3 de mai de 2013

Buenos Aires na primeira vez


Ah, Buenos Aires, como me encantas! Posso te chamar de “Mi Buenos Aires querido”, como te chamam seu povo e seu tango?



Estive na capital argentina pela primeira vez em 2007 e as impressões foram excelentes! Então, prometi que voltaria sempre que desse - demorou bem mais do que eu imaginava mas finalmente deu! Voltei para 4 dias inteirinhos para passear e andar bastante pela cidade!



Depois de mais de 5 anos da minha primeira visita, me pareceu que Buenos Aires está cada vez mais aberta e fácil para nós, desbravadores brasileiros! Os voos para lá são freqüentes, o real está ainda mais valorizado frente ao peso argentino (a moeda do país), e os porteños - os nativos da capital argentina – estão definitivamente familiarizados com nosso povo e nosso idioma (ok, podemos dizer que falam muito bem o portuñol!). Essas são boas razões para explicar a grande popularidade de Buenos Aires aqui na nossa terrinha. Mas, não tenho dúvidas: os principais motivos de tantos brasileiros visitarem Buenos Aires estão guardados na cidade em si!



(Preparem-se: a seguir, parágrafos de extrema encheção de bola da capital argentina!)


Mas o que tem de tão bom nessa cidade, gente?

Buenos Aires é uma delícia de se visitar! Um charme todo europeu se mistura a um calor todo latino e a uma agitação cultural toda… portenha mesmo! O resultado disso tudo é muita elegância, beleza e vibração!

A cidade é repleta de praças públicas e parques super bem cuidados, que são altamente freqüentados pela população, especialmente em dias de sol. O programinha é bem típico dos portenhos: eles carregam uma toalhinha, bumerang, livros (amigos inseparáveis desse povo amante da leitura!) e, claro, o kit que não pode faltar: água quente na garrafinha térmica, cuia e erva mate, ingredientes básicos para o preparo do tradicional “mate” - o primo do nosso gaúcho chimarrão. Assim, passam o dia relaxando, lendo, se divertindo, seja com os amigos, com o cachorro de estimação ou sozinhos mesmo.

Um dos muitos parques de Buenos Aires, a Plaza Naciones Unidas, com a linda escultura "Floralis Generica" que, como algumas flores de verdade, abrem as pétalas de dia e fecham à noite!



Os cafés são outra marca de Buenos Aires. São tantas as cafeterias espalhadas pelas ruas da cidade que já não são só lugares para comer e beber - viraram tradição local e, claro, atração turística! Assim como o tango, o representante mais famoso da cultura argentina. Caminhando pelas ruas da cidade, especialmente onde a concentração de visitantes é maior, não é difícil encontrar casais que bailam ao som de Piazzola ou Carlos Gardel, em troca de algumas gorjetas.


O povo da cidade, para mim, é outra atração! Adoro ficar observando a beleza, elegância e, claro, os cortes de cabelo dos argentinos! São charmosos, educados, civilizados e muito divertidos! Lá somos tratados com muita simpatia e cordialidade – eles adoram brasileiros, o resto é pura lenda!




Aí você me diz: "Ok, Lilian, já entendemos que você baba o ovo da cidade. Mas... vem cá, a Argentina não está em crise?" E eu respondo: ih, tá sim. A coisa por lá não anda muito fácil para a população, não. Mas, o que pude sentir nessa minha visitinha recente é que, aos nossos olhos de habitantes temporários, essa crise não dá muitos sinais: a cidade continua limpa, organizada e aparentemente segura, bem mais do que vejo nas grandes cidades brasileiras, mesmo nessa nossa fase de aparente bonança. Os sintomas da crise na Argentina acabam aparecendo mais embaixo - no bolso! Lá em 2007, na minha primeira visita, me senti rainha (humilde) na cidade! Dessa vez manter a “realeza” (que no meu caso significa comer uma boa refeição e andar de taxi se necessário) foi difícil porque os preços em geral estão mais altos mesmo. Ainda assim, nosso real vale bastante no país dos "hermanos" e Buenos Aires ainda é bem mais barata do que os principais destinos brasileiros. 

É (um) barato! levar reais para trocar ou usar em Buenos Aires! Estamos valendo muito por lá e anda sendo mais vantajoso fazer câmbio de reais do que de dólares na cidade. Além disso, muitas lojas, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais aceitam nossa moeda como pagamento (isso não é uma regra, então esteja sempre munido de pesos durante sua estadia por lá).


Visitantes de primeira viagem

Não foi a minha primeira vez em Buenos Aires mas foi a dos meus 7 parceiros nessa viagem (entre eles a minha lindeza de sobrinha de 9 anos, companheirona de sempre!). Então, visitei com eles, mais uma vez, todos aqueles pontos turísticos tradicionais da cidade, que acabam virando rota meio obrigatória para os "porteños de primeira vez"! E… amei rever aquela belezura toda! Por isso, aqui vão algumas sugestões que considero imperdíveis em uma primeira visita a Buenos Aires...



Plaza de Mayo
No encontro de ruas e avenidas importantes do centro está a praça mais famosa da cidade. Ao lado dela fica a Casa Rosada, a linda sede do governo Argentino. A Plaza de Mayo é também conhecido por ser o lugar “oficial” dos protestos em Buenos Aires - daí surgiu inclusive o nome das “Mães de Maio”, o grupo de mulheres que exigiam notícias dos seus filhos desaparecidos durante o regime militar vigente no país nos anos 60 e 70. Elas até hoje se reúnem por lá.

Casa Rosada, a sede do governo argentino
Ao redor da Plaza de Mayo estão outros belos prédios históricos, como a sede do Banco de La Nación e a Catedral.


Partindo da praça, caminhando mesmo, dá pra visitar outras várias atrações:


Avenida 9 de Julio
Ela é simplesmente a avenida mais larga do mundo! Tem 14 pistas (7 em cada direção) e 140 metros de largura. Cruzar a 9 de Julio então é, no mínimo, interessante! No centro dela fica o grande e famoso Obelisco de Buenos Aires e o edifício Eva Perón, decorado com imagens gigantes da mulher mais amada da argentina.



Teatro Colón


É o teatro mais importante da capital e tem sempre um espetáculo de dança ou música acontecendo por lá. Dá para conhecer o interior também através das visitas guiadas (pagas), disponíveis todos os dias da semana, em diversos horários.

Informações em português no site do teatro. http://www.teatrocolon.org.ar



É (um) barato! ver apresentações com entrada gratuita no teatro Colón, que geralmente acontecem às 11h. Boa chance de conhecer parte do interior do prédio histórico, sem ter que abrir a carteira!


Café Tortoni

O café mais conhecido de Buenos Aires fica em um belo prédio antigo, decorado em estilo francês, bem no centro da cidade. Lá também acontecem shows de tango, turísticos sim, e não muito baratos - mas ainda mais em conta e originais que os espetáculos grandiosos de outras casas de tango.





Livraria El Ateneo
Um antigo teatro, com a cara de um teatro, arquitetura de um teatro, e… coberto de livros! Essa livraria é tão linda, mas tão linda, que recebeu o título de segunda livraria mais bonita do mundo! Não deixe de conhecer, de jeito nenhum! É imperdível e inesquecível!







Calle (ou Rua) Florida
É a principal rua de comércio do centro de Buenos Aires e acabou virando um ponto de referência na cidade. Lá é possível encontrar de tudo, muitas lojas, restaurantes, farmácias, artistas de rua e turistas.


Galerías Pacífico
Sim, é um shopping, cheio de lojas caras e famosas - programa não muito interessante durante uma viagem, né? Esse shopping só é diferente porque fica em um prédio lindo, patrimônio cultural da cidade, ornamentado com pinturas no teto. Aproveite a visita para tomar um sorvetinho na Freddo, a sorveteria que é quase tão típica quanto o churrasco porteño! Sugestão? O de dulce de leche (doce de leite), puro sabor e tradição!


Puerto Madero
Essa área era uma zona portuária, feia e perigosa. Foi revitalizado e, hoje, Puerto Madero tem status de elegante e luxuoso. É agradável passear pela margem do rio no fim da tarde. No mais, o bairro tem restaurantes chiques (e caros) e um cassino.


La Boca e Caminito




O bairro La Boca fica um pouco mais afastado do centro (cerca de 5 Km da Plaza de Mayo), mas, como a cidade é plana, com um pouco de disposição e tempo, dá pra chegar caminhando. Lá ficam duas das maiores atrações da capital argentina: o estádio de futebol La Bombonera e o Caminito, que é formado por ruas calçadas com pedras e casinhas de madeira coloridas. Para quem gosta de futebol, o La Bombonera tem visita guiada e um museu sobre o esporte. Para os menos interessados no assunto, uma voltinha no Caminito vai valer mais o seu precioso tempo na capital argentina.


Recoleta
Bairro nobre, onde se localiza o cemitério La Recoleta, famoso por seus túmulos luxuosos e por guardar os restos mortais da devotada Evita Perón. 



Além do Cemitério, o bairro é super agradável, tem parques verdes e movimentados, muitos cafés, bares e restaurantes sofisticados e uma feirinha de artesanato na praça principal. É bem legal caminhar ou pedalar por lá!


San Telmo
Para os que apreciam antiguidade, o bairro de San Telmo é imperdível! Nas proximidades do centro (menos de 3 Km da Plaza de Mayo), o bairro é conhecido por sua imensa feira, que acontece todos os domingos e atrai milhares de visitants, entre moradores e turistas. Ao redor, muitos restaurantes, cafes, sorveterias e lojas, para todos os gostos. É um ótimo passeio para o domingo, se você não se importar com pequenas multidões. Do contrario, escolha um outro dia da semana para conhecer San Telmo. Mesmo sem feira, vale a visita!


Em San Telmo, domingo tem feira de antiguidades,  artistas de rua e muita gente! 



No mais, o legal de Buenos Aires é passear pelas ruas, conhecer os cantinhos, entrar nas lojinhas, dar um tempo nos cafes, provar restaurantes e observar a vida da cidade. Por mais que seja gigante, a capital é plana e os principais bairros e atrações ficam próximos, facilmente percorridas a pé. Ou de bicicleta!


Os que gostam menos de caminhar podem usar o transporte público ou taxi, que são eficazes e baratos. Para quem tem menos tempo, deixo meu preconceito de lado e recomendo o Buenos Aires Bus (www.buenosairesbus.com). São aqueles ônibus de city tour de 2 andares, estilo jardineira, que percorrem as principais áreas de interesse da cidade, em um trajeto que dura 3 horas. O legal é que os passageiros podem descer e voltar ao ônibus quantas vezes quiserem, onde quiserem. 


Do "Buenos Aires Bus" dá pra ver tudo de cima! Se tiver tempo, melhor conhecer tudo a pé mesmo!


Para ficar
Não se preocupem: tem lugar de sobra para ficar em Buenos Aires! Tem hotel e hostel para todos os gostos e bolsos!A maioria dos viajantes acaba ficando no Centro ou na Recoleta, pois são bons lugares de partida para as principais atrações. Mas ficar hospedado em bairros alternativos, como Boedo e Palermo, pode ser uma escolha para os que curtem locais menos turísticos e mais originais!

Eu fiquei:

Hotel Imperial Park – Muito bem localizado no centro, fica na rua Lima, que considero a última pista da Avenida 9 de Julio. Tem isolamento acústico, para evitar o incômodo do barulho intenso do trânsito do lado de fora. É confortável, sem ser enjoado! Tem bom atendimento, ar condicionado, TV a cabo, frigobar, cofre e bom café da manhã.

É (um) barato!: Hostel La Menesunda – fica em Boedo, bairro tradicional da cidade, lugar de casas de tango originais (diferentes dos espetáculos turísticos do centro e Puerto Madero). Esse aconchegante hostel fica perto da estação de metrô Boedo, o que facilita o deslocamenteo para outras áreas da cidade. O ambiente é agradável e amistoso e um pátio central facilita a interação entre os hóspedes.


Para comer, beber e se divertir…




Cafe Margot é pura tradição,
assim como o bairro Boedo!





Ah, aproveitando que estamos em Boedo, um lugar muito legal e tradicionalissississímo para comer e beber é o Cafe Margot, na mesma rua do hostel aí de cima. É um bar-e-restaurante muito bacana e agradável, cheio de quadros e história nas paredes, fora da rota dos turistas. Se eu fosse você, eu iria para um jantar gostoso e animado!



Outra delícia é o Dada Bistro, no centro. O bar-restaurante tem um estilo retrô todo moderninho e, além de ótima música, tem pratos deliciosos e diferentes, entre massas e carnes. Os drinks originais e os vinhos deixam a gente com vontade de provar todo o cardápio de bebidas! Eu gostei de ir à noite! 


Dada, moderninho retrô



Tá vendo, Buenos Aires é um monte de coisas e um monte de coisas mais! Aproveitem, visitem, conheçam, voltem e prometam voltar, sempre! Só não demorem tanto quanto eu!  




10 comentários:

  1. estou me prtogramando para maio do ano que vem em nosso níver de casamanto, sinto que vms amar!!!! Adorei as dicas

    ResponderExcluir
  2. Olá, que bom que gostou! Buenos Aires é uma cidade encantadora que tem seus traços românticos também, tenho certeza que vão adorar! Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Olá, irei em abril de 2014 e estou bastante animada. Seus comentários foram ótimos.
    Você saberia informar locais para compras em outlets lá?
    Desde já encantada e obrigada.

    ResponderExcluir
  4. Oi Mariana, que bom que gostou das dicas! Sobre os outlets, a Villa Crespo concentra um grande número deles! Tem marcas famosas mundialmente e marcas locais também. Há uma lista das lojas, com endereços e como chegar, no blog do Hotel Querido, que fica na região. Confere lá que vale a pena!
    http://myvillacrespo.com/2011/10/lista-de-outlets-de-villa-crespo/

    ResponderExcluir
  5. Adorei as dicas Lilian! Estou me programando parar ir no final de 2014!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Kendra, obrigada! Tenho certeza que vai adorar Buenos Aires! Um abraço!

      Excluir
  6. Parabéns pelo seu blog, esta espetacular e me ajudando muito!! me tira uma duvida, quanto saiu a Diaria do Hotel Imperial Park?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruno! Obrigada pela visita e que bom que o post está te ajudando! O Imperial Park foi custou cerca de 60 dólares a diária para um casal, com café da manhã (bem gostoso!). Mas pode ser que já tenham alterado a tarifa, então o ideal é entrar no site do hotel e verificar os preços. Um abraço!

      Excluir
  7. Olá, Lilian!

    Vim retribuir sua visita ao Gerenciando Blog e conhecer o seu trabalho. :-)

    Muito simpático o seu blog! Gostei muito do seu jeito de escrever e da forma organizada com que você escreve suas postagens. Parabéns!

    Estive em Buenos Aires em minha lua-de-mel. É realmente um ótimo lugar! Lendo seu texto e vendo as fotos pude lembrar de muitos lugares por onde passamos. Vale a pena a visita!

    Um abraço e meus desejos de muito sucesso ao seu projeto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adelson!

      Que honra receber sua visita! Fico feliz que tenha gostado do blog e com seus comentários, ainda mais vindo de um especialista como você! Estou sempre contando com a ajuda do seu blog (será que aquele problema que comentei lá tem solução??).

      Grande abraço!

      Excluir

Deixe seu comentário, perguntas e sugestões, eles são muito importantes!

Leia também:

2leep.com